Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NO VAGAR DA PENUMBRA

NO VAGAR DA PENUMBRA

SHAKESPEARE APLICADO À POLÍTICA PORTUGUESA

Março 25, 2015

J.J. Faria Santos

- O que poderia dizer Mariana Mortágua a Ricardo Salgado.
“Os grandes abusam quando separam remorso e poder.”

 

- O que poderia dizer Ricardo Salgado a José Maria Ricciardi
“Na confiança franca e simples não há artifícios; porque os homens desleais, como os cavalos de arranque impetuoso, exibem-se galhardamente e prometem ousadias.”

 

- O que poderia dizer Paulo Núncio a Paulo Ralha
“Acreditai em mim por minha honra e respeitai a minha honra, para poderdes acreditar.”

 

- O que poderia dizer António José Seguro a António Costa
“Se não és imortal, olha à tua volta: a confiança abre o caminho à conspiração.”

 

- O que poderia dizer o procurador Rosário Teixeira a José Sócrates
“És acusado de teres mão cobiçosa, e de por ouro venderes e traficares os teus serviços a gente indigna.”

 

- O que poderia dizer Carlos Alexandre a José Sócrates
“Vai mostrar aos teus escravos o colérico que és e faz tremer os teus lacaios. Hei-de encolher-me?”

 

- O que poderia dizer José Sócrates a Carlos Alexandre
“É de facto um tempo estranho. Mas os homens podem interpretar as coisas a seu modo. Diferente do que elas próprias prometem.”

 

- O que poderia Paulo Portas dizer a Passos Coelho
“Combinemos, pois, a nossa aliança; seguremos os nossos amigos, alarguemos os nossos recursos, reunamo-nos agora em conselho para ver como melhor podem ser descobertas ameaças escondidas e mais facilmente sanados os perigos conhecidos.”

 

- O que poderia Miguel Relvas dizer a Passos Coelho
“E já que sabes que não te podes ver melhor que por reflexo, eu, o teu espelho, vou revelar-te com recato aquilo que ainda não sabes de ti.”

 

- O que poderia dizer Cavaco Silva, perspectivando o fim do seu mandato
“Não me apetece errar pelas ruas, mas qualquer coisa me força a sair.”


(Citações da peça Júlio César, de William Shakespeare, tradução de José Manuel Mendes, Luís Lima Barreto e Luís Miguel Cintra, edição Livros Cotovia.)

 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D