Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

NO VAGAR DA PENUMBRA

NO VAGAR DA PENUMBRA

MONA LISA: UMA DONA DE CASA DESESPERADA?

Fevereiro 18, 2012

J.J. Faria Santos

 

O quadro terá sido  encomendado em 1503, numa  fase da vida de Da Vinci em que  ele deixara  de estar ao serviço de César Bórgia. O retrato de Lisa di Noldo Gherardini teria o intuito, segundo Guillaume Cassegrin, de “ celebrar, de maneira tradicional, no interior da mansão familiar , as virtudes da esposa e da mãe”. Uma das originalidades do quadro é que, pela primeira vez , o pintor enquadrou a figura numa paisagem; outra é o facto de Lisa olhar directamente para o observador, criando uma ilusão de movimento. Claro que a mais célebre das inovações é a utilização da técnica que os italianos designam por sfumato, e que Ernst Gombrich, em “A História da Arte”, descreveu como sendo “um traçado esbatido e cores suaves que permitem a uma forma fundir-se com outras e deixar sempre algo para alimentar a nossa imaginação”.

O impacto do quadro foi tal na cultura popular que as especulações e as apropriações se sucederam, colocando em causa a identidade da retratada, e multiplicando as opiniões contrastantes em relação à natureza do seu sorriso. “Do you smile to tempt a lover, Mona Lisa / Or is this your way to hide a broken heart?”, entoou Nat King Cole numa composição da dupla Livingston/Evans, justamente chamada “Mona Lisa”. De repente, uma pintura alegadamente executada para celebrar os valores familiares adquiria um travo de transgressão ou melancolia. Podemos, claro, sempre imaginá-la como uma uma dona de casa desesperada em pleno Renascimento, dividida entre a tranquilidade bonançosa da vida familiar e o tédio da rotina que por vezes perturba as almas inquietas. O enigma, porém, permanece. Como também cantava Cole, “Are you warm, are you real, Mona Lisa / Or just a cold and lonely lovely work of art?”

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D